paralimpiada-adefu-29-11
Janaína e Karen, da bocha, e Érika, do dardo, representando a Adefu
 
Atletas de Uberaba se destacaram nas Paralimpíadas Escolares, realizadas em São Paulo-SP entre os dias 21 e 24. Os alunos/atletas de Uberaba competiram na bocha, no goallball, na natação e no atletismo.

A Adefu foi representada na bocha com os atletas Luis Henrique da Silva e Karen Maria Pessato Jerônimo; com a técnica Janaina Pessato Jerônimo; e com a staff Ana Maria Silva do Carmo; além da atleta Érika Beatriz Ribeiro no atletismo. Luis Henrique, estudante da Escola Municipal Professora Therezinha Hueb de Menezes, ganhou a medalha de bronze na classe BC2. Karen, aluna do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, ficou em quarto lugar na classe BC3. E Érika, da Escola Estadual Minas Gerais, ficou em quarto no lançamento de dardo.
 
paralimpiada-luis-29-11
Luis Henrique foi bronze na bocha

No goalball, defenderam Minas Gerais a aluna Letícia Maria da Silva, da Escola Estadual Lauro Fontoura, e o técnico Alvino Aquino. A equipe de Minas foi vice-campeã e Letícia, uma das artilheiras da competição, com 37 gols, foi eleita como destaque do campeonato.
 
paralimpiada-goalball-29-11
O técnico Alvino Aquino (e) e a atleta Letícia (nº 1): Minas vice no goalball
 
Na natação, o atleta do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, Pablo Henrique de Melo, da classe S11 (deficiência visual total), ganhou três medalhas de prata, nas provas de 50m costas, 50m peito e 50m livre. Pablo, de 12 anos, enfrentou adversários dois anos mais velhos. O aluno e o professor Alexandre Max, técnico de Minas na disputa, foram convocados para monitoramento na Seleção Brasileira.
 
paralimpiada-pablo-29-11
A dupla da Acquática, Pablo e o técnico Alexandre Max
 
Pablo nada na Academia Acquática com o professor Alexandre desde os cinco anos e só esse ano começou a participar de competições. Nos Jogos Escolares de Minas Gerais, ele ganhou quatro ouros, e, no Torneio Uberaba, ficou em terceiro lugar geral, concorrendo com crianças que enxergam.
 
As Paralimpíadas Escolares reuniram mais de 900 atletas de 12 a 17 anos de todo o Brasil, em dez modalidades.
 
Jogos da Juventude
Uberaba teve dois atletas e um técnico nos Jogos Escolares da Juventude, cuja etapa para estudantes de 15 a 17 anos aconteceu em Brasília entre os dias 15 e 20 (a etapa de 12 a 14 anos foi em Curitiba, em setembro).
 
Na natação, representaram Minas Gerais o atleta Henrique Lemos de Aguiar, da Escola Estadual Nossa Senhora da Abadia, e o técnico Leonardo Soares Rosa. Henrique treina no Cemea Abadia com os técnicos Leonardo e Marco Antônio Chaves. Embora não tenha conseguido medalhas, valeu a experiência para o aluno e para o professor, diz Léo.
 
“A participação do Henrique foi de razoável para boa. De qualquer forma, vale a vivência, é a terceira vez que ele participa, classificando ganhando medalhas nos JEMG, serve de experiência para outros campeonatos. De minha parte, foi uma experiência muito boa, foi a segunda vez que fui convocado. Os atletas têm potencial para participar outras vezes desse campeonato e de outros maiores. E pude compartilhar com outros técnicos experiências de treinamentos e competição, para implementar aqui”, comenta.
 
No ciclismo, o aluno/atleta Lucas Gabriel Gonçalves, da Escola Estadual Castelo Branco, também não conseguiu medalha, mas da mesma forma valeu a experiência. Ele disputou as provas contra o relógio, por pontos e de estrada, tendo nessa última sua melhor colocação, ficando em nono lugar.
 
Os Jogos Escolares da Juventude tiveram 14 modalidades, reunindo cerca de quatro mil atletas de todo o Brasil.
 
Fotos: divulgação

Busca 

Parceiros 

anuncie

boxe minuto

boxe elo-engenharia

boxe gole

boxe bifao

boxe disk-canecas

Scroll to top