O Uberaba Sport Club já tem técnico para a temporada 2018. É Neto Pajolla, ex-auxiliar de Rodrigo Santana – o treinador da URT campeã mineira do interior esse ano, que também teve uma passagem rápida pelo Colorado em 2016.

Por telefone, em primeira mão, o REPLAY falou com Pajolla, na noite desta segunda-feira. O treinador confirmou o acerto com o USC, que aconteceu na semana passada. Ele revelou que vinha conversando com o presidente do clube, Luis Fernando de Freitas, há cerca de duas semanas. No site oficial do técnico, o Uberaba já consta como sua equipe atual.
 
netopajolla-24-10 1
Neto Pajolla (d) com o técnico Rodrigo Santana, na URT: título mineiro do interior
 
“O presidente entrou em contato com o Rodrigo (Santana), procurando indicações, queria mudar a característica do Uberaba, querendo parar com os ‘medalhões’, queria novidade. O Rodrigo me perguntou se eu tinha interesse e me indicou”, conta. “Conversei com o presidente, ele me apresentou um projeto interessante, acreditei no projeto, ele acreditou no meu trabalho e firmamos essa parceria”, completa.
 
Segundo Neto Pajolla, o objetivo firmado não poderia ser outro senão o acesso ao Módulo I do Mineiro. Mas com os “pés no chão”.
 
“A gente sabe a força que tem o Uberaba. Acredito no projeto ‘pé no chão’ do presidente, e acho que dá pra fazer um bom trabalho, colocando o Uberaba no seu devido lugar, o Módulo I, de onde nunca deveria ter saído. É um clube centenário, de tradição”.
 
Carreira
Como técnico, o USC será a segunda equipe de Pajolla, após passar pela Santarritense em 2016.

Natural de Praia Grande-SP, Neto Pajolla formou-se em Educação Física em 2010, e logo foi pro exterior ter sua primeira experiência como treinador, na Coreia do Sul. Ficou um ano e meio fora e, quando voltou ao Brasil, iniciou a carreira como assistente de Rodrigo Santana.
 
“Conheci o Rodrigo em 2013 no sub-20 do São Carlos, e desde então venho aprendendo muito com ele. A gente fez uma bom trabalho na Copa São Paulo, depois fui pro Juventus com ele, conseguindo em 2015 o acesso da Série A-3 para a A-2, e em 2016 conseguindo manter o time na A-2. Depois, em 2016, ele foi pro Uberaba, mas eu não o acompanhei, o time já tinha a comissão da casa. Fui então para a Santarritense como técnico, consegui classificar a equipe pro hexagonal do Módulo II, mas saímos do campeonato no ‘tapetão’. Depois o Rodrigo me fez o convite para ir para a URT, e foi uma experiência fantástica trabalhar na Copa do Brasil, Brasileiro, Módulo I”, narra.
 
netopajolla-24-10 2
Com a taça de campeão do interior; e com Tite, hoje técnico da Seleção Brasileira
 
O agora técnico do USC descreve como era sua atuação como assistente. “Eu trabalhava na questão de análise de desempenho, estudava as equipes adversárias e nossa própria equipe, onde cometíamos erros, o que precisava melhorar, quais eram os pontos positivos e negativos dos adversários”, detalha.
 
Agora, é o momento de fazer a carreira de treinador decolar. “Chegou a hora”, diz.
 
Elenco
A apresentação de Pajolla no Colorado está marcada para 2 de janeiro. Ele e o presidente já conversaram sobre nomes para o elenco para a disputa do Módulo II do Estadual.

“Vamos evitar trazer jogadores que estavam no Uberaba e não deram certo. Mas estamos esperando o arbitral para saber se o Módulo II vai ser sub-23 ou se vamos poder ter sete jogadores acima desse limite de idade. Gostaríamos de mesclar, o campeonato fica mais competitivo”, comenta. “Tenho meus jogadores de confiança, que vêm entrando no meu ‘radar’, querem abraçar o projeto, mas não tem nada certo ainda por conta desse detalhe. Estou separando o material deles; quando soubermos como será a competição, vou sentar com o presidente e ver os nomes que ele tem também, para montarmos o elenco”, conclui.
 
Fotos: site oficial Neto Pajolla

Busca 

Parceiros 

anuncie

boxe minuto

boxe disk-canecas

boxe gole

boxe elo-engenharia

boxe brasilflex

Scroll to top