treino-mamore-10-03 2
Após treinos de terça a sexta, equipe está pronta e escalada para enfrentar o Mamoré
 
O líder Uberaba enfrenta o Mamoré, neste sábado, às 18h30, no Uberabão, pela quinta rodada do Mineiro Módulo II. O elenco do Zebu fez na tarde desta sexta-feira, no CT Colorado, o último treino antes da partida contra o Sapo. O técnico alvirrubro, Wantuil Rodrigues, tem definido o time para o jogo que fecha o turno da primeira fase.
 
treino-mamore-10-03 1
Último treinamento da semana foi realizado nesta tarde no CT Colorado

Da equipe titular que iniciou o coletivo de ontem no Uberabão, duas mudanças. Na ala direita, o lateral Zé Júnior, que sentiu uma fisgada, cede lugar a Baroni, que tinha sido o titular da posição nas três primeiras rodadas.

No setor ofensivo, o meia Allan Patrick será mantido. Embora tenha começado no time de cima no coletivo, o atacante Léo Torres ficará como opção no banco de reservas. Ao invés de três atacantes, Wantuil preferiu conservar o esquema com dois meias para não sobrecarregar o camisa 10 Jouberth.

“O Allan continua, temos que desafogar o Jouberth; quando você tem mais um homem de armação, libera mais o Eskilo para encostar no Bruno Henrique e o time ganha mais velocidade. Temos como opção o Léo, que tem entrado muito bem. O bom é a variação que nós temos. Fizemos experiências, o treinamento é bom para isso, ver as opções que podemos usar para surpreender o adversário”, destaca o treinador.

Na lateral-esquerda, já havia sido definida a volta de Cleuber no lugar de Douglas, que sentiu uma contratura na última partida. Sendo assim, em relação ao jogo anterior, as mudanças são nas laterais. O USC está escalado com Gilson; Baroni, Ulisses, Ricardo Lucena, Cleuber; Paulo Henrique, Leandro Teixeira, Jouberth, Allan Patrick; Douglas Eskilo e Bruno Henrique.
 
baroni-cleuber-10-03
Os laterais Baroni e Cleuber voltam a ser titulares

Depois de enfrentar o Mamoré em casa, o Uberaba abre o returno enfrentando o mesmo adversário, em Patos. Para o Colorado, ganhar significa abrir vantagem e praticamente tirar o Sapo da disputa. “Podemos colocar o Mamoré para jogar para nós. Mas a equipe do (treinador) Wallace Lemos é muito boa. Temos que vivenciar cada jogo, não achar que depois do jogo o mundo vai acabar, como foi aquele clima depois da derrota na estreia. Quanto o time joga solto, vai muito bem, como foi em Varginha. Contamos com o apoio da torcida para nos incentivar e pressionar o time deles”, assinala Wantuil.

Classificação – O USC tem nove pontos, na liderança do Grupo B; o Patrocinense tem 8; o Boa, 5; o Mamoré também 5; o Portal, 3; e o Araxá, na lanterna, tem 2. Os três melhores de cada chave se classificam.

A vitória neste sábado é fundamental para o Zebu manter a ponta e “encaminhar” uma vaga no hexagonal final. “O campeonato está aberto. O treinador e a comissão técnica do Araxá estavam presentes no jogo de quarta-feira (Mamoré x Boa, acompanhado também pela comissão do Uberaba), o que mostra que ainda acreditam na classificação, e podem acreditar, porque a diferença deles para o terceiro colocado é de três pontos. Conseguimos abrir quatro pontos em relação ao quarto, e quanto mais abrirmos, mais perto ficamos da classificação. Não importa muito ser o primeiro, segundo ou terceiro, a vantagem de ser o primeiro é fazer o último jogo do hexagonal em casa, isso é relativo; o que importa é classificar entre os três”, encerra o técnico do Colorado.

A rodada do Grupo B tem outros dois jogos neste sábado, ambos às 16h: Araxá x Boa; e Portal x Patrocinense.

Busca 

Parceiros 

anuncie boxe

lsguarato

river

golerefrigerantes

emporio

sue

boibao

burn

Scroll to top