Mais uma vez o Uberaba Sport fez a torcida sofrer e saiu com uma vitória com um gol no fim do jogo. Neste sábado, no Uberabão, o Colorado derrotou o Mamoré por 2 a 1, com o tento que garantiu o triunfo – o quarto seguido – sendo marcado aos 44 minutos do segundo tempo.
 
 
Com o resultado, o USC mantém a ponta no Grupo B, com 12 pontos, um a mais que o Patrocinense. Na próxima quarta, o Uberaba volta a enfrentar o Mamoré, dessa vez em Patos, abrindo o returno da primeira fase do Mineiro Módulo II.
 
usc-mamore-11-03
Mamoré deu trabalho e USC só conseguiu a vitória no finalzinho
 
O jogo – A primeira chance da partida foi aos 6 segundos. Na saída de bola, Jouberth tocou para Baroni, que cruzou na área para a cabeçada do próprio Jobim, para defesa de Cristiano.

Em jogo bem disputado, o Sapo chegou com perigo aos 10 minutos, em chute de fora da área de Radar, que saiu perto. Três minutos depois, o Zebu abriu o placar.

O capitão Leandro Teixeira arrancou do campo de defesa e enfiou para Bruno Henrique, que quase passou do ponto, mas bateu cruzado e venceu Cristiano, com a bola entrando devagarzinho. O atacante foi às redes pelo terceiro jogo seguido.

Depois do gol, os dois times não conseguiram boas tramas de ataque. As duas equipes usaram os chutes de fora da área para tentar chegar ao gol. Só aos 37 uma exceção, na bela jogada individual de Jouberth, que parou no goleiro.

No fim da etapa, a trave apareceu. Primeiro na tentativa de Douglas Eskilo, que bateu sem ângulo mesmo, da linha de fundo. Depois, na resposta do Mamoré, em arremate de Romário, que desviou.

A equipe patense teve duas substituições ainda no primeiro tempo. Um dos que entrou foi Paulão, que empatou no primeiro ataque dos visitantes no segundo tempo, em menos de um minuto. O lateral Bruno cobrou escanteio e, no segundo pau, o camisa 18, livre, nem precisou pular para cabecear e mandar no ângulo: 1 x 1.

O Colorado pareceu sentir o golpe. O USC teve um apagão e não criava nada. A defesa alviverde afastava de qualquer jeito e o ataque do Sapo ainda acuou o time da casa. Aos 14 minutos, Leandro Teixeira e Allan Patrick saíram para as entradas de Kauê e Léo Torres. O Zebu ia na base do abafa. Kauê passou para Eskilo, que cortou e cruzou para Bruno Henrique emendar de bicicleta, mas errando o alvo. Aos 28, Rudimar entrou no lugar de Eskilo.

Maicon ainda deu trabalho a Gilson em chute de fora da área. O Uberaba não chegava nem pelo meio nem pelas laterais. A torcida acordou e gritou “eu acredito”. Kauê tocou para Torres, que concluiu forte, no alto, e Cristiano rebateu. O empate parecia certo, mas, aos 44, Cleuber aproveitou a furada de Bruno, chutou, a bola passou pelo goleiro e Léo Torres só encostou para empurrar pra dentro. Na comemoração, Cleuber deu um bicudo numa placa de publicidade. O Mamoré ainda teve chance na falta de Maicon, mas ele mandou por cima.
 
Placar
Em Uberlândia, o Patrocinense venceu o Atlético Portal por 2 a 1, de virada; em Araxá, Ganso e Boa não saíram do 0 x 0. A classificação do Grupo B não teve mudanças de posição. O USC lidera com 12 pontos; o Patrocinense tem 11; o Boa fecha o G-3, com 6; o Mamoré tem 5; o Portal tem 3; e o Araxá, também 3, mas, ainda sem vitórias, segue com a lanterna.
 
Uberaba – Gilson; Baroni, Ulisses, Ricardo Lucena, Cleuber; Paulo Henrique, Leandro Teixeira (Kauê), Jouberth, Allan Patrick (Léo Torres); Douglas Eskilo (Rudimar) e Bruno Henrique. Técnico: Wantuil Rodrigues
 
Mamoré – Cristiano; Bruno, Michel, Rayan, Maicon; Nailson, Radar (Sucupira), Luiz Ricardo (Paulão), Luizinho; Wellington e Romário (Rodrigo). Técnico: Wallace Lemos

Busca 

Parceiros 

anuncie boxe

lsguarato

river

golerefrigerantes

emporio

sue

boibao

burn

Scroll to top