apoia-1a
 
final-volta-atletico-campeao-15-12-2019
Galera do Atlético comemora o título
 
final-volta-barcelona-vice-15-12-2019
Barça faz bonito e fica com o segundo lugar
 
O Atlético é o campeão amador de 2019. No jogo de volta da final, neste domingo, no Uberabão, o Galo empatou por 0 x 0 com o Barcelona, levando o título por ter vencido na ida por 1 x 0.
 
Em um Amadorão dos mais disputados dos últimos tempos, a final, com ótimo público, foi uma partida franca, na bola. Um belo desfecho. O apoio da Água Branca/Itaipava e as transmissões ao vivo do REPLAY pelo Facebook foram as novidades da temporada.
 
No encerramento da competição, um bom jogo. Ao Barça, só a vitória interessava, por isso o Furacão tomou a iniciativa no ataque, contando com o retorno de Da Hora, que deu trabalho. Já o Tricolor, com Luiz Antônio e Tindurim suspensos, rodava e tocava a bola, com Chitão tentando uma escapada e Rudimar, de volta, aparecendo em todos os lados do campo, ajudando muito a defesa.
 
O BEC lutou muito, mandou bola na trave, teve gol anulado, mas não deu. Um vice que deve ser valorizado. Do lado atleticano, com o alto investimento pra montagem do forte elenco, o título, merecido, foi muito comemorado.
 
Premiações
A Água Branca/Itaipava, patrocinadora do Amadorão, premiou o campeão com R$ 6 mil, o vice com R$ 3 mil, e o time mais disciplinado com R$ 1 mil. Coube ao Madureira receber o cheque de “fair -play”. A equipe tomou 13 cartões amarelos e nenhum vermelho em nove jogos.
 
Nas premiações individuais, mais Galo. Rudimar foi o artilheiro do campeonato, com 12 gols. E Gustavo foi o goleiro menos vazado, tendo sofrido 16 gols em 20 partidas. O arqueiro repetiu a dose do Módulo B, em que, no Bom Retiro, também foi campeão e o dono da melhor média de gols cedidos.
 
final-volta-goleiro-artilheiro-15-12-2019
Gustavo foi o goleiro menos vazado; e Rudimar, o artilheiro
 
Dez
No pódio, os atleticanos sinalizaram o número 10 com as mãos, referindo-se aos dez títulos do clube, que celebra as conquistas de 1970, 1971, 1974, 1976, 1977 (*), 1993, 1995, 1997 e 2012.
 
A ressalva é quanto a 77. A LUF apontou o Galo como vencedor daquele ano, numa listagem divulgada pela entidade em 2011. No entanto, na pesquisa feita pelo REPLAY para a publicação da revista especial “75 anos de história do Campeonato Amador”, não encontramos qualquer registro sobre o certame daquela temporada (nem sequer se foi realizado). Fica então a observação.
 
Considerando a lista da Liga, o Tricolor iguala-se ao Independente como maior campeão, com dez estrelas cada. Bonsucesso e Fabrício possuem nove títulos.
 
Festa
Nesta segunda-feira (16) os melhores do Amadorão serão premiados na Feijoada Solidária da Seleção REPLAY, onde serão homenageados também os destaques do Módulo B e das categorias de base.
 
Fotos: Eurípedes Campos

Parceiros 

anuncie boxe

dda

perfetto

sancelo

tanaarea

corintiano

Scroll to top