skate-cadu-05-11-2019
O prodígio Cadu tem vários títulos e prepara-se para mais uma disputa internacional
 
Com uma carreira recheada de conquistas, em que pese a trajetória ainda curta, o skatista uberabense Cadu Garcia, de 14 anos, prepara-se para mais uma importante competição. É o Tampa AM, que rola entre os dias 7 e 10 na cidade de Tampa, na Flórida, Estados Unidos, um evento de alto nível da categoria amador, classificatório para a Street League, principal circuito profissional do mundo.
 
Para arrecadar a grana para bancar passagem, hospedagem, alimentação e inscrição, a família do jovem fez uma campanha vendendo chinelos personalizados, com o apoio da empresa Didedo, de Nova Serrana, que cobrou só o material para a confecção dos calçados. Foram vendidos por volta de 300 pares, por R$ 15 cada.
 
O garoto já está nos EUA e, por aqui, o pai e treinador, Carlos Eduardo Garcia Fernandes, fala da expectativa para a disputa. “O Cadu espera acertar as manobras que vem treinando. É um campeonato em que competem atletas do mundo inteiro e é muito concorrido. Caso ele passe de fase, aí vamos alçar voos maiores”.
 
Carreira
As primeiras manobras de Cadu foram cedinho, aos dois anos, inspirado pelo pai. “A família respira skate”, comenta a mãe, Fabiana Silva, que promove as campanhas para levantar os recursos para a participação do atleta nos torneios. O caçula, Augusto, já segue o mesmo caminho.
 
O prodígio não tem patrocínio em dinheiro, mas conta com bolsa integral do Colégio Nossa Senhora das Dores e com o suporte de fornecedores de material esportivo. Ele estuda de manhã, cursando o nono ano, e treina no Piscinão todas as tardes, por cerca de uma hora e meia. Além disso, tem acompanhamento de nutricionista e personal trainer, aprimorando o condicionamento físico praticando o cross fit.
 
Dono de um estilo agressivo, Cadu começou na categoria Mirim, logo conquistando títulos e pódios em diversas cidades, além do quarto lugar no Circuito Mineiro. Em 2018, na categoria Iniciante, as primeiras competições internacionais. Foi campeão no “Massacre All Ages”, em Tampa, e terceiro na “Grind for Life Series”, em Los Angeles, California. Também chegou às finais do “Rei da Pista”, em Campinas-SP, ficando em oitavo lugar no maior campeonato amador do Brasil, com apenas 13 anos. Sagrou-se ainda campeão mineiro e vice-campeão brasileiro na temporada.
 
Em 2019, já na categoria Amador, passou a disputar com adversários mais velhos, conseguindo se destacar. Ficou em 16º no Far’n High, etapa do circuito mundial em Paris, França. Na turnê da sua equipe, a Lakai, em São Paulo-SP, conheceu a lenda do esporte, Tony Hawk.
 
O skate é uma das modalidades que estreiam nas Olimpíadas na edição de 2020. Cadu é uma promessa para os Jogos de 2024.
 
Fotos: acervo pessoal

Parceiros 

anuncie boxe

itaipava

unimed-uberaba

tremendao nova

dda

alancarlos

sancelo

river

golerefrigerantes

santaterezinha

fogaodaroca

dr-com

corintiano

Scroll to top