Olá, queridos leitores!
 
Hoje não iremos falar especificamente de exercício físico, entendo que vocês já se conscientizaram da importância dele no nosso dia a dia. Hoje irei falar sobre alguns comportamentos e ações que podem colaborar para uma vida saudável, principalmente da nossa mente.
 
Sabemos que o corpo e a mente são uma unidade. É um erro imenso pensar que corpo é uma coisa e a mente é outra e tentar trabalhar de forma distinta cada um dos dois. Isso explica muito bem o conceito de utilizar o treinamento no auxílio de doenças como depressão e ansiedade, que estão mais relacionadas à mente do que ao corpo. Como diz o ditado: “mente sã, corpo são” e vice-versa.
 
Hoje uma coisa é certa, ninguém pode reclamar de tempo ou pelo menos a falta dele. E com esse tempo que temos de sobra hoje o que estamos fazendo? Será que estamos fazendo bom uso do nosso tão precioso tempo? Até usávamos como desculpa a falta dele para não fazer coisas que são importantes e primordiais em nossas vidas.
 
coluna-hobby-01-05-2020
 
Os comportamentos são a chave que define se você terá uma vida saudável ou não. Quando falamos em vida saudável lhe vem logo à mente uma imagem de uma pessoa magra que só come brócolis. Esqueça isso, aliás, esqueça os padrões que a sociedade tenta nos impor e nos vender. Estética é uma coisa, corpo saudável é completamente diferente.
 
Já que corpo e mente é uma única unidade, como faço pra nutrir meu corpo/mente? Esse é o objetivo da coluna de hoje, alimentar sua mente/corpo. Qual foi a última vez que parou pra ouvir uma música que você gosta? Não vale colocar uma música pra limpar casa, lavar o carro, estou falando de parar para só ouvir música, prestar atenção na letra, na melodia. Quando parou para ler um livro com uma boa história? Não estou falando de livros do trabalho ou dos estudos e sim uma leitura no intuito de sentir prazer. Aliás, daí que surge a palavra hobby, que na sua tradução grosseira significa passatempo, mas essa palavra tem um significado muito maior. A palavra hobby significa qualquer prática que você faça que não seja no seu tempo de trabalho e que te gere prazer.
 
Associando o prazer que libera hormônios como serotonina (responsável pela felicidade) a uma atividade de baixo complexibilidade (de fácil entendimento, por isso gastam menos energia), nós conseguimos adquirir um hábito superpoderoso obtendo prazer e gastando menos energia, ou seja, alimentando nossa mente/corpo. Atividades como ouvir uma boa música prestando atenção na letra, na melodia, uma boa leitura em um livro menos complexo – ou se você gosta das histórias de Agatha Christie, tudo bem também. Coloque uma música e dance, é isso mesmo, dance sozinho no meio da sua casa, assista um filme dos trapalhões que te faz dar risada a todo momento e é uma coisa tão boba que não precisa fazer força para entender as piadas.
 
É isso! Quantas coisas aparentemente bobas nós deixamos de fazer por falta de tempo, por estarmos adultos demais e com responsabilidades. Mas são essas coisas bobas que te dão prazer e alimentam sua mente/corpo. Invista seu tempo em coisas que te deem prazer, sejam quais forem, sem se colocar em nenhuma caixinha imposta pela sociedade.
 
Gratidão!
 
coluna-tindurim-2020Wellington Tindurim (@wtindurim)
- Graduado em Educação Física pela UNIP (Universidade Paulista)
- Especialista em treinamento funcional pela IHP (Institute of Human Performance) - Boca Raton - EUA
- Analista de desempenho - Universidade do Futebol
- Ex-atleta profissional de futebol e futebol americano
- Personal Trainer

Parceiros 

anuncie boxe

dda

perfetto

sancelo

tanaarea

corintiano

Scroll to top