basquete-rafamineiro-final-enterrada-01-07-2020
Rafa foi o melhor das Américas na disputa
 
O atleta uberabense Rafael Mineiro, jogador de basquete do Flamengo e da Seleção, ficou entre os melhores do mundo no prêmio “Enterrada da Década”, promovido pela FIBA (Federação Internacional de Basquete). Ele foi o melhor das Américas e chegou à semifinal.
 
O iraniano Arsalan Kazemi, que superou Mineiro na semi, foi o campeão, batendo na decisão o angolano Carlos Morais. O resultado final foi anunciado nesta terça-feira (30).
 
O torneio foi realizado no sistema “mata-mata”, através de votação a cada etapa, com 32 concorrentes: oito da América, oito da Europa, oito da África e oito da Ásia/Oceania, em chaveamento regionalizado, garantindo um representante de cada conferência nas semifinais.
 
Único brasileiro no páreo, Rafa entrou na disputa com a cravada no jogo entre Brasil e México, na Copa América de 2015. Na campanha, ganhou do estadunidense Jaylen Brown na primeira fase, pelo colombiano Braian Angola nas oitavas-de-final e pelo mexicano Juan Toscano nas quartas.
 
Em papo com o REPLAY, o pivô agradeceu o apoio dos que votaram nele ao longo da competição. “Fiquei feliz só de estar participando, de ter o nome colocado entre as 32 melhores enterradas da década. Na primeira fase já caí contra o Jaylen Brown, jogador da NBA, do Boston Celtics, e pensei que não ia ter chance, mas consegui vencer e fui passando de fase, graças a todos que votaram. Perdi apenas pro cara que foi campeão. Muito obrigado a todos pela força”.
 
O uberabense mostrou-se satisfeito com a boa colocação. “Fiquei muito feliz de chegar entre os quatro melhores, entre grandes jogadores, e representar o Brasil. Foi um ótimo resultado”, conclui.
 
Fotos: Gaspar Nóbrega/Inovafoto e reprodução

Parceiros 

anuncie boxe

dda

perfetto

sancelo

tanaarea

corintiano

Scroll to top