uniube-jul2024
 
O atleta Leandro Rocha Resende, o Catraka, foi convocado para o Mundial de Patins. Conhecido em Uberaba por ter comandado a pista UAI Extreme Skate Park, o craque, que se mudou para Indaiatuba-SP recentemente, comemora o feito e agora procura apoio para poder competir.
 
“É um sonho sendo realizado, representar o Brasil no Mundial”, comenta. O World Skate Games acontece na Itália, em setembro, com várias cidades recebendo um total de 12 esportes sobre rodas. A disputa de patins na modalidade vertical (roller freestyle vert, a de Catraka), ocorre entre os dias 17 e 21, na colina de Pincio, em Roma.
 
Para participar do megaevento, Catraka está buscando patrocinadores e promovendo uma rifa. O prêmio é um par de patins urban. Os interessados podem chamá-lo aqui.
 
patins-catraka-mundial-10-07-2024 1
 
Paixão sobre rodas
Natural de Rio Paranaíba-MG, Leandro, hoje com 38 anos, é apaixonado por skate e patinação desde a juventude. O começo foi com o skate, brincadeira de criança. Quando se mudou para Uberaba, conheceu a galera dos patins e “migrou”, praticando há mais de 20 anos.
 
Depois de morar na cidade, na casa dos avós, por cinco anos, ele passou um tempo fora do país, competindo na Espanha. Voltou e aqui ficou mais 13 anos. Há quatro, fundou o UAI Extreme Skate Park, ensinando crianças e adultos, oferecendo um espaço seguro para os adeptos do skate e da patinação.
 
No Mundial, Leandro correrá na categoria profissional sênior. O atleta é dono de um domínio técnico de alto nível, que permite manobras avançadas, como flips, spins, grinds e slides, em diferentes terrenos.
 
patins-catraka-mundial-10-07-2024 2
 
Atleta profissional da Federação Paulista de Patinação e instrutor pela Federação Paulista de Skate, Catraka tem em casa todo apoio e divide a paixão pelo esporte com a esposa Liz, o filho Jherico, de 13 anos, e a filha Zaira, de 11.
 
A família se mudou há cinco meses para Indaiatuba-SP, onde a modalidade é valorizada, sempre com a presença de nomes de peso e eventos de expressão. Catraka, por sinal, é um dos que lidera o movimento para os patins voltarem aos X-Games.
 
Na carreira, entre outras conquistas, destaques para o segundo lugar no Brasileiro e no Indaia Monster, torneio internacional, pódios que valeram a convocação. Isso quando ainda treinava em Uberaba, que não tem pista vertical. “Eu tinha que ir para Indaiatuba, que é a pista vertical mais perto (mais de 400km), ou Uberlândia, que tem uma que não é de madeira, é de concreto e é um metro menor”, conta.
 
Tem muito mais do Catraka, com vídeos radicais, no Insta dele. Acesse aqui e divirta-se com as manobras iradas!

Fotos: Gabi Maltos e Marco Soares

Parceiros 

anuncie boxe-ok
 
wruniformes
 
tremendao-ok
 
imperialbrindes-ok

sancelo
 
golé-ok
 
perfetto

corintiano
Scroll to top