leo-sai-04-03-2019
Léo Goiano (d) na apresentação: não deu
 
Troca de técnico no Uberaba Sport. A campanha ruim no Mineiro Módulo II custou a cabeça de Léo Goiano. O substituto é Rogério Henrique, que se apresenta nesta segunda (4) às 15h e já comanda treino no CT.
 
O elenco alvirrubro também terá mudanças. É certo que, enquanto alguns atletas serão dispensados, chegarão reforços para a sequência da competição.
 
Léo Goiano conduziu o USC em quatro jogos no Estadual, com uma vitória, um empate e duas derrotas. Com apenas quatro pontos em 12 disputados, o time é o nono colocado entre onze participantes (lembrando que são só onze porque o Tricordiano desistiu e já está rebaixado; só mais um cairá em campo).
 
Ainda dá
O presidente do grupo gestor do clube, Luiz Alberto Medina, ressalta que a troca de técnico acontece em tempo de buscar a classificação e que o ex-treinador não é o único culpado pela jornada ruim – tanto é que haverá mexidas também no elenco.
 
“Não tem um culpado, não foi só o Léo, mas também os jogadores, tanto que alguns sairão. E até a diretoria, temos nossa parcela. Resolvemos mexer porque ainda é cedo, se vencermos dois jogos dá para classificar. Estamos conversando com jogadores, mas só vamos anunciar quando fecharmos, para não ‘queimar’ a negociação”, assinala.
 
Na apresentação do Colorado no início da temporada, o cartola havia sido enfático dizendo que Léo Goiano seria o técnico em todo o campeonato. “Não tem plano B”, comentou na ocasião. Os resultados aquém do esperado, no entanto, fizeram a direção decidir pela mudança.
 
De volta
Rogério Henrique estava no Ipatinga, onde não conseguiu vencer no Módulo II. Ele volta ao USC após a passagem marcante do ano passado, quando assumiu o comando em situação semelhante a atual.
 
Credenciado por dois acessos com o Patrocinense, o técnico chegou ao Uberaba em 2018 quando a equipe tinha cinco pontos em cinco jogos, em nono lugar. Após quatro vitórias e dois empates, o time fechou a primeira fase em quarto, classificando-se para as semifinais. O acesso, porém, não veio. No mata-mata das semis, derrota em casa pro Guarani, por 1 x 0, e vitória em Divinópolis pelo mesmo placar, e o Bugre é que subiu, por ter melhor campanha.
 
Em 2019, com Rogério à frente, o Ipatinga somou duas derrotas (ambas em casa) e um empate no Módulo II. Ele foi substituído por Gilmar Estevam.
 
A reestreia do treinador no Colorado será contra o ex-clube. No próximo sábado (9), o Zebu, nono, encara o Tigre, décimo, no Uberabão, às 18h30.

Parceiros 

anuncie boxe

dda

river

shouri

sancelo

alancarlos

Scroll to top