O Uberaba Sport enfrenta o Nacional de Muriaé nesta quarta-feira, pela quarta rodada do hexagonal final do Módulo II do Mineiro. A partida é às 20h30, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, e tem jeitão de decisão. Quem perder fica em situação complicada na competição.

O NAC tem 3 pontos, em quarto lugar. O USC, com 4 pontos, é o terceiro colocado. Se vencer, o Zebu pode até voltar ao G-2. Se perder, conforme os demais resultados, pode cair para a penúltima posição.

O Colorado pode ter alterações no time. A reportagem do UP/REPLAY tentou contato com o técnico Wantuil Rodrigues ontem e hoje, mas o treinador não atendeu nenhuma das diversas tentativas por telefone ou aplicativo de mensagem. É provável que Wantuil faça alguma mudança na escalação, afinal, essa tem sido uma tendência – ao longo de todo o campeonato, a formação inicial da equipe nunca se repetiu.

Desgaste – A delegação alvirrubra saiu de Uberaba na segunda pela manhã. Conforme a programação, o almoço seria em Luz, o jantar em Ponte Nova e a chegada a Muriaé por volta das 22h30.

Nesta terça de manhã, os atletas treinariam em Laranjal, cidade próxima a Muriaé. Seria um treino moderado, para não desgastar mais os jogadores, após a viagem de cerca de 800 quilômetros. No período da tarde, o elenco teria palestra e vídeo.

Após o jogo desta quarta-feira, o Colorado não retorna a Uberaba. Na quinta, a equipe vai para Nova Serrana, onde enfrenta o Betinense no sábado.

Reencontro – Para os técnicos de USC e NAC, a partida será um reencontro com times que já dirigiram.

Wantuil esteve no clube de Muriaé no Módulo II do ano passado. Após sair do Uberaba com o campeonato em andamento, ele comandou a equipe tricolor. No hexagonal final, o NAC começou bem, conquistando dez pontos nos quatro primeiros jogos – inclusive vencendo o Colorado no Uberabão, 1 x 0, gol de Rodrigo Dias, hoje no Zebu. Depois, a coisa desandou e, nos seis jogos restantes, o time somou só mais quatro pontos, tendo quatro derrotas, sendo três em casa – uma delas contra o USC, por 1 x 0, com gol de Léo Mineiro. No fim, os nacionalinos ficaram em terceiro lugar, com 14 pontos (mesmo número do Uberaba, que, no saldo de gols, foi o quarto; na ocasião subiram Democrata de Valadares, com 17, e América de Teófilo Otoni, com 15 pontos).

Gerson Evaristo, hoje no Nacional, passou pelo Colorado na Terceirona do Estadual de 2014 e também não teve êxito. No hexagonal final, o time vermelho ficou em quarto lugar, somando quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas, ficando com 14 pontos, terminando atrás do Funorte (16), do NAC (vice-campeão, com 17) e do Atlético Portal de Uberlândia (campeão, com 18 pontos).

O clube da Zona da Mata conta também com o gerente de futebol Carlos Calmon, que, em 2015, foi campeão da Terceirona no Uberaba, onde ficou até o ano seguinte, não conseguindo o acesso ao Módulo I.

Parceiros 

anuncie boxe

unimed-uberaba

dda

shouri

sancelo

alancarlos

golerefrigerantes

Scroll to top